Terça, 18 de abril – Reconhecemos nossa necessidade?

Só Ele é a Minha rocha, e a Minha salvação, e o Meu alto refúgio. Salmo 62:6

Como precisamos de alimento para sustentar nossas forças físicas, assim necessitamos de Cristo, o pão do Céu, para manter a vida espiritual e comunicar forças para efetuar as obras de Deus. Como o corpo está continuamente recebendo a nutrição que sustém a vida e o vigor, assim a alma deve estar constantemente comungando com Cristo, a Ele submissa, e confiando inteiramente nEle.

Como o fatigado viajante procura a fonte no deserto e, encontrando-a sacia a sede brasadora, assim o cristão irá ansiar e obter a pura água da vida, de que Cristo é a fonte. Ao discernirmos a perfeição do caráter de nosso Salvador, desejaremos ser inteiramente transformados e renovados à imagem de Sua pureza. Quanto mais conhecermos a Deus, mais elevado será nosso ideal de caráter, e mais veemente o nosso anseio de Lhe refletir a imagem. Um elemento divino combina-se com o humano, quando a alma vai em busca de Deus, e o anelante coração pode exclamar: “Somente em Deus, ó minha alma, espera silenciosa, porque dEle vem a minha esperança” (Sl 62:5).

Se você experimenta um sentimento de necessidade em seu coração, se tem fome e sede de justiça, isso é prova de que Cristo tem atuado em seu coração, a fim de ser procurado por você para fazer, mediante o dom do Espírito Santo, aquilo que é impossível realizar em seu benefício. Não precisamos saciar nossa sede em correntes rasas, pois a grande fonte se acha acima de nós, fonte de cujas abundantes águas nos é dado beber fartamente, se subirmos um pouco mais na escalada da fé.

As palavras de Deus são a fonte da vida. Quando buscar esses vivos mananciais, você será, com a ajuda do Espírito Santo, posto em comunhão com Cristo. Verdades familiares se apresentarão a seu espírito sob novo aspecto; como o clarão de um relâmpago, novas significações cintilarão de textos familiares da Escritura.

Você verá a relação de outras verdades com a obra da redenção e saberá que Cristo o está guiando; que você tem ao lado um Mestre divino. […]

À medida que o Espírito Santo revele a verdade, você entesourará as mais preciosas experiências e falará longamente a outros das confortadoras coisas que têm sido reveladas a você. Quando se reunir com eles, comunicará qualquer novo pensamento com relação ao caráter ou à obra de Cristo (O Maior Discurso de Cristo, p. 19, 20).

IJB - Atrair, Acolher, Envolver e Comprometer
Categories: Meditações DiáriasTags: , , , ,

Deixe uma resposta