Terça, 17 de janeiro – O grande conflito nas Escrituras

Houve então uma guerra nos Céus. Apocalipse 12:7, NVI

A Bíblia explica a si mesma. Textos devem ser comparados com textos. O estudante deve aprender a ver a Palavra como um todo, e também a rela­ção entre suas partes. Deve obter conhecimento de seu grandioso tema central, do propósito original de Deus em relação a este mundo, da origem do grande conflito e da obra da redenção. Deve compreender não apenas a natureza das duas forças que disputam pela supremacia, mas também aprender a identificar sua atuação com a ajuda dos relatos da História e da profecia, até a grande con­sumação. Deve enxergar como esse conflito alcança todos os aspectos da expe­riência humana; como, em cada ato de sua vida, ele [o estudante] revela uma ou outra daquelas duas forças antagônicas; e como, quer queira quer não, ele está agora mesmo decidindo de que lado do conflito estará.

Toda e qualquer parte da Bíblia foi dada pela inspiração de Deus e é pro­veitosa. O Antigo Testamento não deve receber menos atenção do que o Novo. Estudando o Antigo Testamento, encontraremos fontes vivas a borbulhar onde o descuidado leitor enxerga apenas um deserto.

O livro do Apocalipse, em conexão com o de Daniel, exige um estudo espe­cial. Todo professor temente a Deus deve pensar em como compreender e apre­sentar, da maneira mais clara, o evangelho que nosso Salvador veio em pessoa tornar conhecido a Seu servo João – “Revelação de Jesus Cristo, que Deus lhe deu para mostrar aos Seus servos as coisas que em breve devem acontecer” (Ap 1:1). Ninguém deve desanimar no estudo do Apocalipse por causa de seus símbolos aparentemente místicos. “Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade” (Tg 1:5, NVI).

“Bem-aventurados aqueles que leem e aqueles que ouvem as palavras da profecia e guardam as coisas nela escritas, pois o tempo está próximo” (Ap 1:3).

Quando se despertar um verdadeiro amor para com a Bíblia, e o estudante começar a compreender quão vasto é o campo e precioso seu tesouro, ele dese­jará aproveitar toda oportunidade para se familiarizar com a Palavra de Deus. Seu estudo não se limitará a nenhum tempo e lugar especiais. Esse estudo contínuo é um dos melhores meios de cultivar o amor para com as Escrituras (Educação, p. 190, 191).

Ano Bíblico

Êxodo 1

Êxodo 2

Êxodo 3

Êxodo 4

 

 

IJB - Atrair, Acolher, Envolver e Comprometer
Categories: Meditações DiáriasTags: , , , ,

Deixe uma resposta