Sexta, 24 de março – Qual é o problema da procrastinação?

Por agora, podes retirar-te, e, quando eu tiver vagar, chamar-te-ei. Atos 24:25

Cuidado com os adiamentos! Não deixe para depois a decisão de abandonar seus pecados e buscar a pureza de coração por intermédio de Jesus. É nesse ponto que milhares têm errado e se perderão para sempre. Não vou me demo­rar aqui sobre a brevidade e as incertezas da vida. Entretanto, há um perigo ter­rível – e não suficientemente compreendido – em adiar o atender ao chamado do Santo Espírito, preferindo permanecer no pecado, pois é isso que acontece quando esse adiamento ocorre. O pecado, por menor que possa parecer, implica risco da perda da vida eterna. Aquilo que não vencermos acabará por nos ven­cer, e causará a nossa destruição.

Adão e Eva se convenceram de que comer o fruto proibido era algo tão insignificante que não poderia causar as terríveis consequências declaradas por Deus. Porém, essa desobediência considerada de pouca importância era a transgressão da imutável e santa lei divina, e resultou em separar o ser humano de Deus, per­mitindo a entrada da morte e trazendo sobre o mundo todo tipo de sofrimento. Século após século tem-se ouvido um contínuo lamento sobre a Terra, e toda a criação geme e agoniza de dor por causa da desobediência do ser humano. O próprio Céu sentiu os efeitos da rebelião contra Deus. O Calvário tornou-se um monumento do enorme sacrifício necessário para expiar a transgressão da lei divina. Não consideremos o pecado algo banal.

Cada ato de transgressão, cada negligência ou rejeição da graça de Cristo cai sobre você mesmo, endurecendo o coração, tornando a vontade depravada, entor­pecendo o entendimento e deixando-o cada vez menos sensível ao chamado do Espírito Santo de Deus. […]

Até mesmo um mau traço de caráter, um desejo pecaminoso cultivado, poderá neutralizar o poder do evangelho. Qualquer tolerância com o pecado fortalecerá a inimizade da pessoa contra Deus. Aquele que persistir na infidelidade ou permanecer indiferente à verdade divina colherá o que plantou. Em toda a Bíblia, não há um alerta mais assustador contra a leviandade em relação «o pecado do que as palavras de Salomão: “As suas iniquidades o prenderão, e com as cordas do seu pecado será detido” (Pv 5:22) (Caminho a Cristo, p. 32-34).

ANO BÍBLICO

1 Samuel 4

1 Samuel 5

1 Samuel 6

IJB - Atrair, Acolher, Envolver e Comprometer
Categories: Meditações DiáriasTags: , , , ,

Deixe uma resposta