Quinta, 5 de janeiro – Habite em atmosfera celestial

Invoca-Me, e te responderei; anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes. Jeremias 33:3

 

Aquele que, com espírito sincero e receptivo, estuda a Palavra de Deus, procurando compreender as suas verdades, será colocado em contato com seu Autor; e, a menos que não o queira, não haverá limites às possibili­dades para o seu desenvolvimento.

Em sua vasta série de estilos e assuntos, a Bíblia tem algo para despertar o interesse de todas as mentalidades e apelar a cada coração. Em suas páginas se encontram as mais antigas histórias, as mais fiéis biografias; princípios governa­mentais para a orientação de Estados e para a direção do lar – princípios que a sabedoria humana jamais igualou. Contém a mais profunda filosofia, a poesia mais suave e sublime, mais comovente e emocionante. Mesmo sob essa pers­pectiva, os escritos da Bíblia são de um valor infinitamente superior ao das obras de qualquer autor humano; mas, sob o ponto de vista de sua relação para com o grandioso pensamento central, eles são de um alcance infinitamente maior. Encarado à luz desse conceito, cada tópico tem novo significado. Nas verdades mais singelamente referidas, estão envolvidos princípios que são tão altos como o Céu e abrangem a eternidade. […]

Com a Palavra de Deus nas mãos, todo ser humano, qualquer que seja sua experiência na vida, pode ter a companhia que preferir. Em suas páginas, pode se relacionar com o que há de mais nobre e melhor no ser humano e ouvir a voz do Eterno ao falar com as pessoas.

Ao estudar e meditar nos temas que “os anjos anseiam observar” (1Pe 1:12, NVI), o ser humano pode ter a companhia deles. Pode seguir os passos do Mestre celestial e ouvir as Suas palavras, como quando Ele ensinava nas montanhas, nas planícies e junto ao mar. Neste mundo, pode habitar em atmosfera celestial, comunicando aos tristes e tentados da Terra pensamentos de esperança e santi­dade; pode desenvolver uma comunhão cada vez mais íntima com o Ser invisível […], aproximando-se mais dos limites do mundo eterno, e isso até que se abram os portais e ele entre. Não se sentirá um estranho ali. As vozes que o saudarem serão as daqueles seres santos que, na Terra, foram seus companheiros invisí­veis; vozes que ele aqui aprendeu a distinguir e amar. A pessoa que, pela Palavra de Deus, viveu em ligação com o Céu, estará à vontade na companhia dos seres celestiais (Educação, p. 125, 127).

 

Ano Bíblico

Gênesis 16

Gênesis 17

Gênesis 18

Gênesis 19

 

 

IJB - Atrair, Acolher, Envolver e Comprometer
Categories: Meditações DiáriasTags: , , , ,

Deixe uma resposta