Quinta, 06 de julho – Lembre-se de Deus

O que se requer dos despenseiros é que cada um deles seja encontrado fiel. 1 Coríntios 4:2

Os que são fiéis administradores dos bens do Senhor saberão exatamente em que pé estão os seus negócios; e, como sábios, estarão preparados para qualquer emergência. Se a morte lhes sobrevier subitamente, não deixarão grande perplexidade aos que forem chamados para fazer-lhes o inventário.

Muitos não são instruídos quanto à questão de fazer suas disposições testamentárias quando estão com evidente saúde. No entanto, essa precaução deve ser tomada por nossos irmãos. Eles devem conhecer sua condição financeira e não permitir que seus negócios se tornem embaralhados. Devem organizar seus bens de tal maneira que possam deixá-los em qualquer tempo.

Devem as disposições testamentárias ser feitas de maneira que resistam à prova da lei. Uma vez formalizadas, essas disposições podem permanecer por anos, e nenhum dano há se doações continuam a ser feitas de tempos em tempos à causa, caso esta necessite. A morte não sobrevirá nem um dia mais cedo, irmãos, pelo fato de vocês terem feito o testamento. Na disposição de seus bens a seus parentes, estejam certos de que não terem esquecido a causa de Deus. Vocês são Seus agentes divinos, que Lhe manejam a propriedade; e os reclamos do Senhor devem ser sua primeira consideração. Sua esposa e filhos, é claro, não devem ser deixados sem nada; deve-se fazer provisão em seu favor, se são necessitados. Porém não façam, simplesmente porque é costume, uma longa lista de parentes que não são necessitados.

Ninguém pense que satisfará o padrão de Cristo com acumular propriedade durante a vida e então fazer, por ocasião da morte, doação de uma parte a alguma instituição beneficente. […]

Os pais devem ter grande temor de confiar aos filhos os talentos de bens que Deus lhes pôs nas mãos, a menos que tenham a absoluta certeza de que seus filhos têm maior interesse, amor e devoção pela causa de Deus do que eles mesmos, e que esses filhos serão mais fervorosos e zelosos em promover a obra de Deus (O Lar Adventista, p. 396, 397).

IJB - Atrair, Acolher, Envolver e Comprometer
Categories: Meditações DiáriasTags: , , , ,

Deixe uma resposta