Quarta, 25 de janeiro – A grande educadora

Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Provérbios 3:5

A Bíblia explica a verdade com tal simplicidade e adaptação às necessidades e anseios do coração humano que tem impressionado e encantado as pessoas mais cultas, ao mesmo tempo em que ao humilde e sem cultura também escla­rece o caminho da vida. “Até os tolos andarão [nele] e não se perderão” (Is 35:8, NTLH). Nenhuma criança errará o caminho. Nenhum pesquisador reverente deixará de andar na pura e santa luz. Contudo, as verdades relatadas da mais sim­ples maneira abrangem temas elevados, de grande alcance, infinitamente além do poder da compreensão humana – mistérios esses que são o esconderijo de Sua glória e estão além dos questionamentos da mente -, enquanto inspiram o sin­cero pesquisador da verdade que age com reverência e fé. Quanto mais pesqui­samos a Bíblia, mais profunda se torna a nossa convicção de que é a Palavra do Deus vivo, e a razão humana se curva perante a majestade da revelação divina.

O objetivo de Deus é prosseguir revelando ao pesquisador fervoroso as verda­des de Sua Palavra. Enquanto “as coisas encobertas pertencem ao Senhor, nosso Deus, […] as reveladas nos pertencem, a nós e a nossos filhos” (Dt 29:29). A ideia de que certos trechos da Bíblia não podem ser compreendidos tem levado à negli­gência de algumas de suas mais importantes verdades. Necessita ser enfatizado, e muitas vezes repetido, o fato de que os mistérios da Bíblia são assim porque nossa fraqueza e ignorância nos tornam incapazes de compreender a verdade, e não porque Deus tenha desejado ocultá-la. Essa limitação não está em Seu pro­pósito, mas em nossa capacidade. Desses mesmos trechos das Escrituras, muitas vezes considerados incompreensíveis, Deus deseja que assimilemos tanto quanto nossa mente possa receber. “Toda a Escritura é inspirada por Deus” a fim de que possamos ser perfeitamente instruídos “para toda boa obra” (2Tm 3:16-17).

É impossível a qualquer mente humana esgotar mesmo uma única verdade ou promessa da Bíblia. Um capta a glória sob um ponto de vista; outro, sob outro ponto. Contudo, podemos perceber apenas lampejos. O brilho completo está além de nossa visão.

Ao contemplarmos as grandes coisas da Palavra de Deus, olhamos para urna fonte que se alarga e se aprofunda sob a nossa admiração. Sua largura e profun­didade ultrapassam nosso conhecimento. Ao contemplar, teremos nossa visão ampliada e perceberemos diante de nós um mar sem limites (Educação, p. 170, 171).

Ano Bíblico

Êxodo 24

Êxodo 25

Êxodo 26

Êxodo 27

 

 

IJB - Atrair, Acolher, Envolver e Comprometer
Categories: Meditações DiáriasTags: , , , ,

Deixe uma resposta